sexta-feira, 26 de agosto de 2016

ATENÇÃO SERVIDORES!!!

O ato em apoio à escola Robinson Azevedo será na segunda-feira, dia 29, às 14h. Contamos com a presença de todos!!!

Ato nas ruas da cidade!


Voltamos às ruas! Mais uma vez a Câmara permanece em silêncio e não realiza seus trabalhos por ausência dos vereadores. É nosso dever ir às ruas e mostrar o descaso político com a cidade e desrespeito com o servidor! É na rua que está o povo, é na rua que nossa voz é ouvida.








Servidores continuam em greve!!!

Os profissionais da educação e da saúde decidiram, agora à noite, por unanimidade, pela continuidade da greve. Sem pagamento, vale-transporte, férias, 13° salário, aposentadorias, entre outros direitos negados, os servidores decidiram manter a greve por tempo indeterminado.

Foram deliberadas as seguintes ações:

- acompanhamento e atos em todas as sessões na Câmara Municipal (lembrando que nesta quinta-feira serão votadas as contas do atual prefeito);
- ato com cruzes na praia, no dia 6 (terça-feira), após a sessão;
- assembleia no dia 12/09 (segunda-feira), às 18h, na Escola Edilson Duarte.

#SepeLagos
#VamosAvançarNaLuta





Mais uma sessão na câmara e nada do salário do servidor.


Acompanhamento do parecer da Comissão de Finanças e Orçamento

Mais uma vez presentes na casa do povo, o SEPE acompanhou o jogo político dos vereadores da cidade, que por 9 horas estenderam a sessão que terminou com a votação do parecer da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa. O trabalho duro da Câmara surpreende e é algo que o sindicato não vê há muito tempo.


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Debate!!!


A educação e a saúde de Cabo Frio vão realizar no dia 16/09 (sexta-feira), às 19h, debate entre os prefeitáveis. Os candidatos já começaram a receber os convites.
Quem quiser participar, basta enviar as perguntas para o e-mail: sepelagos@ig.com.br.
Participe!

Acompanhamento da sessão

Mais uma sessão na câmara dos vereadores e nenhuma medida quanto ao servidor municipal.
A câmara não tem opinião, e quando opina é pra ferrar o cidadão!
O que está acontecendo é de enorme falta de respeito com o maior patrimônio da cidade: os servidores.

Comando de greve

Comando de greve organizando o debate entre os prefeitáveis de Cabo Frio



quinta-feira, 11 de agosto de 2016

INFORME JURÍDICO DO SEPE:


Desde novembro de 2015 estamos em verdadeira batalha pelos direitos da categoria. Pelos reiterados atrasos salariais, temos requerido inúmeros arrestos e bloqueios judiciais, visando minimizar os prejuízos já sofridos pelos servidores locais. Assim como Maio, o mês de junho também está sendo sanado graças as demandas em curso, como o arresto de 2,7 milhões no dia 09 de Julho, que resultou no pagamento de 1/4 da categoria, assim como os dois subsequentes arrestos, efetivados nos dias 04 de Agosto e 8 de agosto de 2016, alcançando mais de 70% da folha de pagamento, ativos e inativos. Por já ter virado o mês de Julho, estamos trabalhando em duas frentes: Eventuais servidores que ainda não receberam Maio/Junho (SepeLagos pede aos servidores que entreguem os extratos bancários na sede para comunicação ao juízo) e o mês de Julho, através de novo arresto a ser deferido pelo juízo. Temos mapeado as entradas e a destinação das verbas públicas, especialmente as de destinação própria da educação, que não podem ser usadas/bloqueadas nas várias demandas judiciais em curso, apenas para fins de quitação dos servidores da educação de Cabo Frio, conforme já decidido pelos 3 juízes da comarca. Assim, reiteramos que a luta é árdua e até mesmo morosa, ainda mais pela necessidade emergencial de que trata o pagamento salarial. Contudo, mesmo com todas as dificuldades na localização das verbas e barreiras criadas pela administração, continuamos na luta diária em conjunto com a incansável direção local pelos direitos de nossa categoria.


Departamento Jurídico de SEPE

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Ato em Cabo Frio



Mais uma vez a Câmara se mostra omissa e a sessão não é realizada pela ausência dos vereadores. Enquanto que a Prefeitura parece temer a presença dos profissionais da educação que só querem um posicionamento dos órgãos municipais. Como pode uma Prefeitura se fechar, literalmente, para o povo?

Desta vez, depois de passarmos por essa situação constrangedora, a diretoria, em nome de todos os profissionais ligados ao sindicato, foi atendida pelo Secretario de Governo Sérgio Santa Rosa. Esperamos que nossas reivindicações sejam levadas com comprometimento por parte do governo.